Pergunta

É verdade que se usa menos material com um composto de purga químico quando comparado a um composto de purga mecânico?

Resposta

Isso não é exatamente verdade. A quantidade de composto de purga necessária para limpar uma máquina baseia-se não apenas no tamanho da máquina (cilindro), mas também no grau de contaminação no seu interior. A partir de experiências de clientes e como mencionado até mesmo por fornecedores de compostos de purga químicos, muitas vezes é necessário uma segunda ou mesmo uma terceira purga para limpar a máquina se houver uma contaminação pesada. Na maioria dos casos, basta uma só purga ao utilizar o ASACLEAN.

Pergunta

Quanto ASACLEAN preciso para fazer a purga da resina anterior?

Resposta

Nossa regra prática: para limpeza da rosca e do cilindro, geralmente o equivalente a 1 a 3 vezes a capacidade funciona. Para tarefas bem mais difíceis, como máquinas que não são limpas há muito tempo, talvez seja necessário utilizar o equivalente a 1 ou 2 vezes a capacidade a mais.

Pergunta

Quanta resina é necessária para a retirada do ASACLEAN?

Resposta

Outra regra prática: a quantidade de resina necessária para retirada é a mesma do ASACLEAN utilizado.

Pergunta

Quanto tempo demora a purga com ASACLEAN?

Resposta

O tempo de purga é afetado por vários fatores importantes como tamanho da máquina, condição da rosca e cilindro, resinas purgadas, etc. Portanto, é difícil prever quanto tempo durará uma aplicação de purga. No entanto, o ASACLEAN reduz constantemente o tempo de purga necessário em comparação com a maioria dos outros métodos de purga.

Pergunta

O ASACLEAN pode ser deixado no cilindro para impregnar-se durante a purga?

Resposta

Não. Como o ASACLEAN não é um composto de purga químico ou do tipo tensoativo, não há necessidade de deixá-lo parado no cilindro por um período prolongado de “impregnação” para aplicações comuns de purga.

Pergunta

Preciso aumentar as temperaturas da máquinas quando fizer purga com ASACLEAN?

Resposta

Na maioria dos casos, não. Nossas categorias para utilização geral têm um grande intervalo de temperatura operacional (350°F a 680°F – 175ºC a 360ºC). O ASACLEAN também é oferecido em categorias de alta e baixa e temperatura para quaisquer aplicações abaixo e cima dos intervalos de temperatura operacional das nossas categorias para utilização geral.

Pergunta

Quanto ASACLEAN é necessário para a limpeza dos sistemas de canais quentes?

Resposta

Embora não haja uma resposta exata para a pergunta, uma vez que toda aplicação é diferente, uma regra prática bastante geral é que é necessário o equivalente a 1 a 3 vezes a capacidade do cilindro para a purga do ferramental dos canais de águas quentes uma vez limpos o cilindro e a rosca.

Pergunta

Usamos o ASACLEAN apenas quando precisamos fazer a purga de resinas difíceis como PC ou Ultem. Para todo o resto, usamos material reciclado ou PP virgem para a purga porque a empresa acha que é mais barato do que a utilização de um composto para purga. Mas na prática, achamos que o material reciclado ou PP nem sempre traz bons resultados. Alguma recomendação?

Resposta

Não é surpresa alguma que o material reciclado ou a resina PP virgem não estejam efetuando a purga de modo suficiente em suas máquinas. Esses materiais não são projetados para purgar e limpar máquinas da maneira que o ASACLEAN faz. Ao utilizar material reciclado ou resinas virgens para a purga, eles simplesmente se acumulam sobre as demais resinas, depósitos de pigmentação ou materiais carbonizados dentro do cilindro. Com o tempo, essas camadas se tornam fontes adicionais de contaminação, tornando a purga ainda mais difícil. O ASACLEAN deve ser utilizado para purga de todas as resinas, quer sejam consideradas “simples” ou “difíceis” de purgar, de modo que a máquina fique completamente limpa e que sejam evitados quaisquer acúmulos de contaminação.

Pergunta

É possível utilizar uma categoria de ASACLEAN com base estirênica para a purga de resinas não-estirênicas? Além disso, é possível utilizar uma categoria olefínica de ASACLEAN para a purga de resinas não-olefínicas?

Resposta

Geralmente, sim. Nossas categorias estirênicas são consideradas de “utilização geral”, o que significa que elas podem executar a purga de uma grande variedade de materiais em uma amplo intervalo de temperatura, incluindo materiais olefínicos (PP, PE). E, embora nossa categoria olefínica UP tenha sido especialmente projetada para a purga de PP, ela mostrou-se eficaz na purga de outros materiais, como nylon e PVC.

Pergunta

É possível misturar ASACLEAN com outra resina para diminuir os custos de purga?

Resposta

O ASACLEAN NÃO deve ser diluído com resina, pois isso apenas reduz o desempenho da purga. Como resultado, o tempo da purga será maior assim como a utilização de materiais, reduzindo de forma significativa a economia geral de custos.

Pergunta

Temos grãos pretos (contaminação por carbono) em nossas peças. O que vocês recomendam?

Resposta

A categoria EX é a solução mais poderosa de ASACLEAN oferecida. Ela possui carga de vidro, o que significa maior poder de remoção e limpeza. A categoria EX só é recomendada para limpeza de roscas e cilindros. Para prevenir a formação de carbono e manter as máquinas limpas, recomendamos a utilização de uma das nossas categorias de utilização geral como parte de um programa de manutenção preventiva.

Pergunta

O ASACLEAN pode ser usado para resinas de alta temperatura?

Resposta

Nossa categoria SX, projetada para altas temperaturas, tem um intervalo operacional de 570° a 735°F (300°C a 390°C), que a habilita para a purga de resinas de alta temperatura, que não pode ser feita por outros compostos comerciais para purga. A categoria SX funciona excepcionalmente bem com resinas como PEEK e Ultem

Pergunta

O ASACLEAN pode ser usado em conjunto com o ciclo de purga automática de uma máquina?

Resposta

O ASACLEAN certamente pode ser usado na configuração de purga automática de uma máquina de moldagem por injeção. No entanto, se o ciclo não for programado de forma a incorporar alta contrapressão e alta velocidade de rosca quando a rosca estiver totalmente avançada, não serão obtidos todos os benefícios da purga com ASACLEAN. Lembre-se, o ASACLEAN é um composto para purga que age mecanicamente, portanto os ajustes acima devem ser maximizados.

Pergunta

É realmente necessário realizar pequenos cursos de injeção em alta velocidade quando fazemos a purga com ASACLEAN?

Resposta

Sim, esta parte do procedimento de purga deve ser seguida sempre que for realizada a purga com o ASACLEAN. Essa etapa garante uma melhor limpeza da área do bico e do anel de bloqueio, que são áreas onde geralmente a contaminação fica parada.

Pergunta

O que podemos fazer para minimizar a potencial formação de resíduos de ASACLEAN?

Resposta

Quando o ASACLEAN é retirado com a próxima resina, é de extrema importância maximizar a contrapressão e a velocidade da rosca, mantendo-a na posição mais avançada. Isso irá assegurar a retirada mais rápida e completa do ASACLEAN. Se a resina em questão for muito sensível a resíduos, talvez seja necessário usar nossa categoria E com baixa formação de resíduos como “complemento” após a utilização do composto de limpeza. Esta combinação de duas categorias proporciona máxima limpeza com o mínimo de resíduos.